Crónicas de uma Leitora: Criaturas Maravilhosas - Opinião

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Criaturas Maravilhosas - Opinião

Autoras: Margaret Stohl, Kami Garcia
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 480
Editor: Edições Gailivro
Coleção: 1001 Mundos
Faixa etária: a partir dos 13 anos
Sinopse:
Lena Duchannes é diferente de qualquer pessoa que a pequena cidade sulista de Gatlin alguma vez conheceu. Ela luta para esconder o seu poder e uma maldição que assombra a família há gerações. Mas, mesmo entre os jardins demasiado crescidos, os pântanos lodosos e os cemitérios decrépitos do Sul esquecido, há um segredo que não pode ficar escondido para sempre. Ethan Wate, que conta os meses para poder fugir de Gatlin, é assombrado por sonhos de uma bela rapariga que ele nunca conheceu. Quando Lena se muda para a mais infame plantação da cidade, Ethan é inexplicavelmente atraído por ela e sente-se determinado a descobrir a misteriosa ligação que existe entre eles. Numa cidade onde nada acontece, um segredo poderá mudar tudo.
Opinião:
Este  livro é qualquer coisa do outro mundo. Agarrou-me desde o início e não consegui largá-lo enquanto não o acabei. A meu ver há vários factores bastante positivos neste livro. Para começar o narrador é Ethan ou seja a personagem masculina o que logo de início dá uma perspectiva diferente da que estamos habituados. É uma lufada de ar fresco, pois tendo a visão de um rapaz acaba por ser mais leve e engraçada logo no começo da história. Ainda dei umas boas gargalhadas com as suas descrições de determinados acontecimentos.
Ethan é um jovem de 16 anos que está farto da vila onde vive e nada acontece, sonha viajar e conhecer o mundo. Até ao dia que uma estrondosa notícia chega a Gaitlin, há uma nova rapariga na escola. Infelizmente sendo a sociedade daquela vila tão fechada e sendo Lena sobrinha do ermita local todas as costas são voltadas e todas as portas fechadas. Apesar da sua beleza, Lena vive num mundo à parte, a sua família é diferente, ela é poderosa e tem receio de se envolver demasiado com as pessoas normais e magoá-las. O aniversário de Lena é o grande evento sobre o qual roda toda a trama, o seu 16.º aniversário é uma ocasião especial para as pessoas como Lena e trás grandes mudanças.
Gostei tanto deste livro que tenho receio de ao falar demasiado sobre ele divulgue demasiado sobre ele, só gostaria de referir que este é um livro diferente do que estamos acostumados. Nada de vampiros, lobisomens, fadas ou anjos mas ainda assim com personagens poderosas.
Lena é uma rapariga forte mas triste que encontra em Ethan o seu porto seguro, este mesmo tendo de lidar com todo o tipo de coisas estranhas consegue ser igual a si próprio mostrando-se digno de confiança e capaz de guardar qualquer segredo! Um livro forte, envolvente e muito apaixonante!

1 comentário:

  1. o silêncio da becca fitzpatrick já está a venda,já tenho meu jev na estante :) e vem com um conto extra ou um poster,recomendo-te procurar o conto, é fantástico.

    ResponderEliminar