Crónicas de uma Leitora: Literatura | 'O Verão em que me apaixonei' de Jenny Han | Opinião

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Literatura | 'O Verão em que me apaixonei' de Jenny Han | Opinião

Resultado de imagem para o verão em que me apaixonei topseller
«Toda a minha vida era medida em verões. Como se não começasse efetivamente a viver enquanto não chegasse junho, até estar naquela praia, naquela casa.»

Tudo o que é bom e mágico acontece durante o verão, e é a sonhar com o verão que Belly, de 16 anos, passa os seus dias. Para ela, os invernos são insuportáveis e sinónimo de estar longe de Jeremiah e de Conrad, os rapazes que Belly conhece desde a sua primeira estadia na casa de praia. Eles são os seus quase-irmãos, os seus inseparáveis parceiros de aventuras.

Até que chega aquele verão - maravilhoso e ao mesmo tempo terrível - em que tudo muda. Estas poderão ser as últimas férias que passam todos juntos na casa de praia. Chegou o momento de perpetuar memórias, confessar paixões escondidas e, acima de tudo, é hora de, finalmente, Belly começar a obedecer ao seu coração.

Um romance com sabor a mar e a liberdade, sobre crescer e apaixonar-se, deixando-nos a desejar por mais.



 O Verão em que me Apaixonei foi a minha estreia com a autora Jenny Han e foi uma estreia bastante decente. O livro é dentro da mesma linha dos livros da série The Ladybirds da autora Jenny Mclachlan publicada pela Booksmile, é leve, sem grandes dramas com uma história simples.

A narrativa segue Belly que vive pelo e para o Verão, para os seus amigos Jeremiah e Conrad e a casa de praia dos pais destes, junto com o irmão da jovem os quatro vivem grandes aventuras desde muito pequenos. Sendo Belly a mais nova era constantemente alvo das tropelias dos rapazes mas não impediu que esta se apaixonasse por Conrad há vários anos. Este verão a jovem está na transição de 15 para 16 anos e começa finalmente a chamar a atenção dos rapazes da vila onde passam esta época do ano despertando paixões e ciúmes.

Não há muito mais a contar, não há, como disse, grandes dramas, é a história de adolescentes que passam o verão juntos. É tudo muito morno mas fofo q.b. e lê-se bastante depressa. É daqueles livros que aconselho quando não queremos pensar muito, não há reviravoltas surpreendentes nem nenhum ponto fulcral que defina uma alteração no curso da história.

Porém apesar da sua previsibilidade simplesmente adorei e acho uma excelente aposta para as adolescentes lerem este verão, certamente irão rever-se em algumas ações da protagonista. A escrita de Jenny Han é perfeita para o género, muito leve, muito teen, muito simples e absolutamente viciante. Quero mais Topseller, por favor e obrigada!




Exemplar gentilmente oferecido para opinião honesta

Sem comentários:

Enviar um comentário