Crónicas de uma Leitora: No divã com a Ruiva | Wattpad parte I - As vantagens

terça-feira, 13 de junho de 2017

No divã com a Ruiva | Wattpad parte I - As vantagens

Como todos sabem, o Wattpad tornou-se aquela loucura estranha; bastava um sticker num livro a dizer X mil leituras no Wattpad para subitamente o leitor ficar enfeitiçado e pensar: esta porra, o livro deve ser mesmo bom! Contudo como tudo na vida, o facto de um autor dizer na capa de um livro que o livro é mesmo mesmo bom (mau era se dissesse o contrário), o Wattpad tem problemas e também pontos a seu favor (senão não tinha sobrevivido tanto tempo... né?)

Seja bem-vindos ao No divã com a Ruiva e hoje falamos sobre todas as vantagens que o Wattpad trás para os hábitos de leitura dos portugueses.

Mas Ruiva, aquilo na imagem não é um divã! É um sofá!

... É, primeira lição no divã com a Ruiva, na vida não se pode ter tudo... stocks gratuitos de um divã é uma delas!

Mas, perguntam vocês, leitores confusos porque achavam vocês que eu agora só queria saber de pinturas e de maquilhagem e ia ignorar as vidas airadas da literatura. Enganam-se... a Ruiva fica nas sombras mas nunca se esquece e no Divã com a Ruiva é mesmo para isso, para eu me deitar de papo para o ar e falar, falar... e falar sobre as coisas da vida e do universo, sempre com regionalizamos (aprendam seus incultos que não sabem o que é um molete) e gramática impec!

Ora "prontos" aí fica uma breve introdução do que é isto, agora vamos ao Wattpad.

Ruiva, o que raios é o Wattpad?

Estão a ver aqueles fóruns que nos anos 2007 nós usávamos para mostrar os nossos textos e levávamos com uns "ela mata-te que isso está uma bosta!"? É a versão muy soft disso porque já ninguém diz aquele tipo de coisas senão é cyberbullying. Na verdade é um site onde os autores podem colocar livros e há toda uma questão  de direitos de autor, extremamente complexa e estranha que deixaremos para a 3º parte (sim vai haver uma segunda). Há quem considere o Wattpad uma espécie de plataforma de auto-edição onde o autor não ganha nada. Ou seja, pessoalmente para mim, o Wattpad é uma espécie de forum mas com características de rede social muito pouco social. O que em si só, a ideia é muito boa! Escrevemos um conto, um Acto I e não temos connects para pedir beta-readers e pomba colocamos no Wattpad isso e recebemos feedback dos leitores ou outros autores.

E isso é uma vantagem:

1. A desmistificação de que o autor é uma personagem solitária que escreve sozinho com uma garrafa de whisky ao lado sem mostrar o trabalho a ninguém até ser publicado.

O Wattpad é americano e nota-se a léguas porque um tuga nunca na vida inventaria uma rede social ou vá uma comunidade para autores onde eles trocam feedback. Embora essa ideia de o autor ser uma pessoa solitária quando escreve, está a entrar em muito desuso, muito disso foi graças ao Wattpad e outras redes que incitaram à mudança de paradigma. Um autor escusa de ser bom, mas tem de escrever e tem de treinar. Isso é muito relevante no Wattpad, quanto mais se escreve, mais oportunidade temos de ser lidos e de receber feedback. Não interessa escrever muito e não ter muito por onde saber se muda e é nisso que a importância da comunidade entra. Ter feedback dos leitores é muito importante, eles estão habituados a ler e sabem bem se um livro está a ir a bom porto ou se o está a massar. O autor não tem distanciamento para isso, por isso uma 3º e 4º e 20º opinião é importante.

2. O Wattpad tem o papel mais importante na educação literária das novas gerações

As coisas ficaram sérias agora, certo? Mas a verdade é que o Wattpad é gratuito e os autores podem colocar lá livros inteiros. Ao contrário do Plano Nacional de Leitura, o Wattpad não precisa de ser aprovado por um concelho científico, basta sair e os jovens vão lendo os capítulos, é tipo novela mas a ler. Dá aquele efeito que os jovens adoram de sensação de vício e cliffhanger: oh não o que vai acontecer a seguir? E isso é muito positivo no papel que a literatura tem nos jovens. Pela primeira vez os jovens não são influenciados pelos clássicos estudados na escola ou pela biblioteca antiga dos pais em que cismam que um moço tem de ler Shakespeare aos 13 anos (Teenage suicide kids... don't do it!). Temos enredos e histórias viradas para os jovens, para lhes darem vozes sejam fanfiction dos ídolos deles, seja com histórias originais. 

E isso era algo que nós putos da década de 80/90 nunca tivemos. Comprar livros era e ainda é bastante caro, os livros nem sempre saíam com regularidade e tirando Asterix & Obelix, Uma Aventura e Clavin & Hobbes não havia grande literatura sem ser comics para jovens. Aliás no meu tempo (olhem a velhice!), estava super na moda livros como Os filhos da droga, A lua de Joana, livros com temas bastante pesados sobre vícios, drogas, prostituição. Havia uma narrativa pesada e de "cautionary tale" para os jovens não se meterem na droga. Hoje em dia esse tipo de discursos caiu em desuso, visto A) os putos estarem fartos de saber que há drogas más B) FFS that is depressing AF!

Hoje viramos o discurso para algo mais aproximado ao que os jovens sentem: namoros, dilemas próprios da adolescência, amizade, sexualidade, misturamos ainda fantasia com temas como o bem contra o mal, o moralmente vs eticamente correto. 

3. É de borla...

Querem mais e melhor? Como disse em cima, a maioria dos leitores frequentes no Wattpad são jovens (e jovens-adultos) que não têm grandes posses para comprar livros (o livro está caro +14€ com sorte), o que leva a que muitos jovens só leiam livros publicados no Wattpad. O que é espetacular e não há melhor forma de "democratizar" a literatura do que dar uma plataforma gratuita para o autor desenvolver e publicar o seu texto e a mesma plataforma gratuita para o leitor ler. Não é que seja novidade o tipo de comunidade... durante anos existiram e ainda existem imensos sites de fanfiction e de escrita, inclusive fóruns. Mas eram, na sua maioria, ou virados para fanfic toda ela mais ou menos semelhante ou então plataformas quase privadas ou muito obscuras. O Wattpad reúne o melhor desses dois mundos e combina-os com uma interatividade mais actual ao ser quase imediato o feedback. 

4. Funciona na motivação do autor pela escrita

Nem sempre o autor precisa de ser motivado para a escrita através de elogios. Dou um exemplo, aqui no blogue basta eu ter mil views ou mais num post para me sentir motivada. O post pode ter 0 comentários, mas através das visualizações consigo ver quais os tópicos que agradam mais às pessoas (por norma é maquilhagem super barata... ainda bem porque... er eu não sou rica!). E o mesmo se passa no Wattpad. Embora, e isso é algo a debater na segunda parte sobre as desvantagens que o Wattpad traz para um autor, embora haja autores que prefere muito mais comentários do que visualizações ou likes porque acham que o Wattpad é uma comunidade que os ajuda a crescer também a nível da escrita, basta uma história ter 100 likes e 2 mil visualizações que motiva o autor a escrever mais. E isso é importante para hoje em dia o autor não cair em depressão. Nunca se escreveu tanto e nunca se escreveu tanta bosta e chicletes como hoje, certo! Mas sempre foi assim... nunca a uma escala tão grande, mas isso são efeitos de um mundo com internet e que eu acho bom! Acho bom as pessoas terem opções e também lerem coisas más. A vida não é só lermos clássicos ou móbeis e depois só termos noção de um tipo de literatura. Eu acredito que os jovens ao lerem bastantes textos no Wattpad aprendam a ter noção do que gostam e do que não gostam e depois aprender a dar feedback. 

5. Pode, potencialmente, aliado às aulas, ser um grande aliado ao desenvolvimento da capacidade de leitura e interpretação dos nossos alunos

Se são professores de português, convido-vos a pegarem em excertos do Wattpad e estudarem nas aulas com os vossos alunos. Vão ficar maravilhados com o que os alunos poderão aprender com os excertos que escolheram, sejam eles bons ou maus. 

Os jovens que lêem os textos do Wattpad são os mesmos que vão às aulas de português e por muito giro que seja ler Eça ou Camões (it's not... most of the times) e dissecar o simbolismo do Ramalhete, é muito mais produto dar-mos voz aos alunos e desenvolver a sua capacidade de crítica, de observação e de autonomia por parte dos alunos. Não digo que não seja importante eles aprenderem a simbologia do Ramalhete... até este dia eu sei de cor o simbolismo do início em contraste com o do fim, mas já mais de metade dos nossos alunos não fazem a mínima ideia de que como estava o Ramalhete no final dos Maias e do que simbolizava aquele final. 

Aliar o Wattpad às aulas de português pode não só melhorar os hábitos de leitura dos alunos como ainda reconhecer que ler é importante, no matter o que se escolhe, seja um Eça, uma Le Guin ou uma Anna Todd. Estão a ler? Gostaram? Querem ler mais? Estão-se a queixar do quê, então?

Sem comentários:

Enviar um comentário